QUERO DOAR R$ 20,00

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

// // 2 comments

Como emitir Guia da Previdência Social pela internet.

Como emitir Guia da Previdência Social pela internet.

Neste artigo o Consultor Previdenciário vai informar como deve ser o procedimento adotado, pelo segurado, para emitir a Guia de Previdência Social, usada pelos contribuintes individuais e facultativos, para recolher contribuições ao INSS por meio do site do INSS.

O contribuinte individual e o contribuinte facultativo que recolhe suas contribuições por meio de débito automático em conta-corrente ou utiliza os caixas automáticos dos bancos não precisa emitir a guia GPS para fazer o recolhimento mensal, desde que sempre pague sem atraso. Para essa tarefa basta digitar nos campos apropriados os dados que é feita a quitação da mensalidade. Quem contribui com valor fixo pode programar os pagamentos de um ano, iniciando em janeiro, quando sai o valor do salário-mínimo, e terminando em dezembro.

Quando o contribuinte possui contribuição em atraso precisa emitir a guia GPS com código de barra, pois os bancos não aceitam a quitação sem que possua esse recurso. Para emitir a guia basta acessar o site da Previdência Social e seguir os seguintes passos:

1 – na tela que se apresenta, imagem abaixo, deve escolher a categoria de contribuinte, se contribuinte individual, doméstico, empresário, facultativo e segurado especial, preencher o número do NIT ou PIS e as letras de confirmação que aparecem na imagem à direita.

Como emitir guia GPS pelo site do INSS


2 – na tela que se apresenta, imagem abaixo, confere os dados que se apresentam para o NIT informado, confere e clica em confirmar. 

Como emitir guia GPS pelo site do INSS

3 – na tela que se apresenta, imagem abaixo, preenche as competências que irá recolher, o valor original da renda, escolhe o código de contribuição e clica em prosseguir. É com base no código que o sistema efetua o cálculo do valor da contribuição.

Como emitir guia GPS pelo site do INSS

4 – na tela que se apresenta, imagem abaixo, marca as competências que quer quitar e clica em gerar GPS. 

Como emitir guia GPS pelo site do INSS

5 – como resultado do ato acima o sistema mostrará a guia preenchida, imagem abaixo, note que no caso de pagamento em atraso o guia apresenta como código de pagamento o número 1201 e no campo identificador aparece um número diferente do NIT informado. Isso está correto, pois o sistema consolida as parcelas pagas em um único documento. No lado esquerdo da guia constam os dados do contribuinte e das parcelas que estão sendo quitada.

Como emitir guia GPS pelo site do INSS

6 – se a guia emitida se refere ao pagamento normal do mês aparece o número com o código de pagamento de acordo com o escolhido na outra fase, conforme imagem abaixo.

Como emitir guia GPS pelo site do INSS

Observações:

1 - Para pagar contribuições em atraso, de período mais antigos, é preciso observar as regras que a Previdência Social adota para aceitar os recolhimentos, veja quais são neste artigo: Quando é permitido quitar contribuições ao INSS em atraso.

2: O sistema pode apresentar algum problema momentâneo, por isso deve tentar mais de uma vez e em outros horários antes de desistir. A outra opção para obter a guia é comparecer a uma agência do INSS, fato que sempre demanda tempo.

Caso tenha alguma dúvida acesse o Fórum do Consultor Previdenciário, clique na imagem abaixo, e faça sua pergunta que será respondida o mais breve possível.

Fórum do Consultor Previdenciário

2 comentários:

Emmanuelle disse...

Tenho um caso onde o cliente atualmente possui 51 anos de idade e conta com 27 anos de contribuição. Atualmente está desempregado e isso já faz 2 anos.
Ele quer continuar a contribuir, mas qual a melhor forma? Será que contribuindo 1(uma) vez ao ano até atingir a idade para se aposentar, ele consegue manter a condição de segurado e ainda somar os 12 meses para efeito de aposentadoria?
Assim sendo, ele pode emitir a guia GPS como pagamento desta contribuição? E neste caso, o valor a ser pago será de 20%?
Obrigada!

Consultor Previdenciário disse...

Se tem 27 anos e quer se aposentar por idade nem precisa mais contribuir. Se quer manter a qualidade terá que pagar uma mensalidade a cada 6 meses, pois desempregado é contribuinte facultativo. Pode pagar 11%, pois o tempo pago de nada vai adiantar.

Artigos em Destaque